Muhammadu Buhari, candidado à presidência da Nigéria, discursa contra a corrupção

0000000O candidato presidencial do partido All Progressists Congress (APC), o Major-General Muhammadu Buhari (IDT), afirmou em discurso proferido em Chatham House, ontem, em Londres, que, se eleito, não tolerará ninguém que pratique a corrupção em sua administração. Ele garantiu que iria liderar o  processo contra a corrupção, com a força do seu exemplo pessoal.

No discurso intitulado “As perspectivas para a consolidação democrática em África: Transição da Nigéria”, Buhari, que é o candidato da oposição ao atual presidente, Goodluck Jonathan, prometeu que iria abrir a economia do país.

Não haverá nenhuma confusão a respeito de onde eu estou. Corrupção não terá lugar e os corruptos não serão nomeados em minha administração. Em primeiro lugar, vamos tampar os buracos no processo orçamental. Entidades geradoras de receita serão divulgadas publicamente e auditadas regularmente. 

  “Às instituições de Estado dedicadas à luta contra a corrupção será dada a independência e autoridade do Ministério Público, sem interferência política. Mas devo enfatizar que qualquer guerra travada contra a corrupção não deve ser interpretada como ajuste de contas antigas ou uma caça às bruxas. Eu estou concorrendo para ser o presidente que irá liderar a Nigéria para a prosperidade e não à adversidade “.

Continuando, ele argumentou: “Em face das receitas cada vez menores, um bom começo para para recuperar a economia da Nigéria é abordar rapidamente dois males que incharam  a atual administração: o desperdício e a corrupção. E, ao fazer isso, eu vou, na reforma da economia, utilizar a poupança  e as receitas recuperadas da corrupção para financiar programas sociais, educação, saúde e redes de segurança, tais como refeições escolares gratuitas para crianças, combater o desemprego e garantir pensões aos idosos.

“Como um partido progressista, temos de reformar a nossa economia política para liberar a engenhosidade reprimida e a produtividade do povo nigeriano libertando-o, assim, da maldição da pobreza. Vamos buscar uma economia liderada pelo setor privado, mas manter o papel ativo do governo, através de uma forte supervisão regulamentar e intervenções deliberadas e incentivos para diversificar a base da nossa economia, fortalecer os setores produtivos, melhorar as capacidades produtivas do nosso povo e criar empregos para a nossos jovens.

Em suma, vamos executar uma economia funcional impulsionada por uma visão de mundo que vê o crescimento não como um fim em si, mas como uma ferramenta para criar uma sociedade que funcione para todos, ricos e pobres. Em 28 de março, a Nigéria tem uma decisão a tomar. Votar pela continuidade ou o fracasso ou  eleger mudança progressiva. Acredito que as pessoas vão escolher com sabedoria.

Ele descreveu reivindicações de prosperidade econômica e crescimento sob a administração liderada pelo Presidente Jonathan como mais do crescimento do papel, adicionando-se um crescimento por conta da má gestão, devassidão e corrupção, que não tem legado nada para o desenvolvimento humano ou prosperidade partilhada.

Quanto ao grupo de insurgência Boko Haram, Buhari disse que era lamentável que a ameaça tinha infelizmente colocado a Nigéria no mapa do terrorismo, devido à morte prematura de mais de 13.000 nigerianos.

Afirmou que  a administração liderada pelo presidente Jonathan fez pouco para conter o grupo islâmico. Sob sua presidência, a Nigéria não seria apenas um lugar seguro, mas  recuperaria o seu papel estabilizador na África.

Ele disse: “O que tem sido consistentemente dito é a  falta de uma  liderança necessária em nossa batalha contra a insurgência. Eu, como um general aposentado e ex-Chefe de Estado, conheço nossos soldados: eles são capazes, bem treinados, patrióticos, corajosos e sempre prontos para fazer o seu dever no serviço do nosso país.

Vocês todos podem testemunhar o papel  de nossos militares na Birmânia, na República Democrática do Congo, em Serra Leoa, na Libéria,  em Darfur e em muitas outras operações de manutenção da paz em várias partes do mundo. Mas no caso dessa revolta,  nossos soldados não receberam o apoio nem os incentivos necessários para fazer face a este problema. O governo também falhou em dispensar o esforço, no sentido de uma resposta multi-dimensional para este problema, o que levou a uma situação em que já se tornaram dependentes de nossos vizinhos para vir em nosso socorro.

“Deixe-me assegurar-lhes que, se for eleito presidente, o mundo não terá nenhum motivo para se preocupar com a Nigéria. A Nigéria irá retomar seu papel estabilizador na África Ocidental, e nenhum centímetro do território nigeriano vai ser perdido para o inimigo, porque vamos prestar atenção especial ao bem-estar de nossos soldados dentro e fora de serviço; vamos dar-lhes armas adequada e modernas e munições para trabalhar,; vamos melhorar a recolha de informações e o controle nas fronteiras para sufocar canais de financiamento e equipamentos para o Boko Haram. Vamos ser duros contra o terrorismo e suas causas profundas, iniciando um plano de desenvolvimento econômico geral de promoção do desenvolvimento de infra-estruturas, a criação de emprego , agricultura e indústria nas áreas afetadas. Nós sempre vamos agir a tempo e não permitir que problemas agravarem-se de forma irresponsável, e eu, Muhammadu Buhari, sempre vou estar à frente para fazer a Nigéria voltar a seu papel de liderança nos esforços regionais e internacionais para combater o terrorismo.

Advertisements

One thought on “Muhammadu Buhari, candidado à presidência da Nigéria, discursa contra a corrupção

  1. Discurso vazio e inconsistente.Os dois maiores problemas que afetam o desenvolvimento social e economico da Nigéria está justamente na negligência dos seus governantes em solucionar a questão religiosa e o terrorismo avassalador, cruel e sanguinário do grupo islâmico Boko Haram.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s