A seca leva um milhão e meio de moçambicanos a fome

mediaOs terríveis efeitos da seca em MoçambiqueDR

Em Moçambique, o número de pessoas que necessita de ajuda alimentar passou dos 315 mil para perto de um milhão e meio. O responsável pelo Instituto Nacional de Gestão de Calamidades fez as contas e diz que são precisos cerca de 13 milhões de dólares.

 

Os parceiros de cooperação do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades INGC comprometeram-se durante uma reunião conjunta em Maputo, a desembolsar 103 milhões de dólares para ajudar as vítimas da seca.
João Machatine Director-geral do INGC fala em necessidades mensais urgentes para socorrer as populações afetadas.

“Para um mês precisaríamos de 13 mil toneladas de cereais e para feijão estaríamos a falar de duas mil toneladas. Convertidas em valor monetário estamos a falar de 13 milhões de dólares”, acrescentou João Machatine.

O número de pessoas que necessita de ajuda alimentar passou dos 315 mil para perto de um milhão  e meio de pessoas, um número que na opinião do diretor-geral do INGC é “muito elevado”.

De acordo com o João Machatine – Director Geral INGC, Maputo, Gaza, Inhambane, Sofala e Tete e sul da Zambézia, são as regiões mais afetadas pela seca severa.

http://pt.rfi.fr/mocambique/20160405-um-milhao-e-meio-de-mocambicanos-passam-fome

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s