Moçambique e Zimbabwe assinam memorando sobre extradição de prisioneiros

austral,
 
 
 
Os governos de Moçambique e Zimbabwe assinaram, sábado último, em Harare, um memorando de entendimento que visa extraditar prisioneiros.
 
 
O memorando foi assinado pelo ministro moçambicano da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, Isaque Chande, e pelo vice-presidente do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa.
 
 
Falando na ocasião, Chande disse, citado pelo jornal “Herald”, que o acordo é benéfico para ambos países na medida em que os prisioneiros cumprirão as suas penas nos seus Estados de origem e perto das suas famílias.
 
 
“Estamos cientes que ambos países têm diferentes serviços penitenciários mas o importante, neste acordo, é que o número de prisioneiros que serão extraditados não é elevado, assim sendo ambos países saem a ganhar”, afirmou Chande.
 
 
Por seu turno, o vice-presidente zimbabweano manifestou o seu agrado em relação ao acordo, afirmando que “estamos satisfeitos pelo facto de ambos países estarem firmes em estabelecer condições e mecanismos para que os prisioneiros cumpram as suas penas nos países de origem”.
 
 
“O acordo beneficia os prisioneiros pois terão os seus familiares por perto”, disse o vice-presidente.
 
 
A extradição é o processo oficial pelo qual um Estado solicita e obtém de outro a entrega de uma pessoa condenada ou suspeita de prática de uma infracção criminal.
 
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s