Protesto contra o presidente da África do Sul

protesto-zuma.jpgAs ruas de algumas principais cidades da África do Sul estão a ser ocupadas, desde a manhã de hoje, por centenas de pessoas que estão a exigir a demissão do presidente Jacob Zuma.

Os manifestantes liderados por partidos políticos e sociedade civil foram mais atrevidos e marcharam até a “Union Buildings”, sede do Governo, em Pretória para pressionar Zuma a abandonar o cargo de presidente.

No local, os participantes estão a proferir discursos, cânticos e ostentam cartazes cujas mensagens exigem a renúncia do presidente sul-africano, acusado de envolvimento em esquemas de corrupção.

Aliás, os sentimentos anti-Zuma ganharam impulso após a recente reforma governamental, particularmente depois do afastamento do ministro das Finanças Pravin Gordhan e do seu vice Mcebisi Jonas.

Os protestos de hoje, que acontecem no dia que Jacob Zuma completa 75 anos de idade, estão a condicionar o funcionamento de vários serviços principais.

Além de protestar nas ruas, a oposição sul-africana submeteu ao Parlamento uma moção de censura ao Chefe do Estado que deve ser votada, na próxima terça-feira, 18 de Abril. Porém, uma batalha jurídica entre o Movimento Democrático Unido (UDM) e a direcção da Assembleia Nacional, dominada pelo Congresso Nacional Africano (ANC) pode levar ao adiamento da votação.

Em disputa está o pedido do UDM para que a votação da moção de censura seja por voto secreto, ao que a presidente do parlamento, Baleka Mbete, recusa.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s