Cabo Verde  anuncia criar novas representações diplomáticas

Flag_of_Cape_Verde.svg.png

O Governo sempre considerou importante o papel que os embaixadores e os cônsules desempenham, estando, por isso, focado “em assumir novos compromissos para com a diplomacia cabo-verdiana&#8221, conforme defendeu, ma manhã desta segunda-feira, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, no encontro dos Chefes de Missão Diplomática e Postos Consulares, a decorrer na cidade da Praia.

Governo anuncia criar novas representações diplomáticas

Uma das principais medidas asseguradas, mais uma vez, pelo chefe do Governo, por forma a reforçar a cooperação com outros países, é a abertura de novas representações diplomáticas de Cabo Verde.

Conforme adiantou Ulisses Correia e Silva, o Executivo está a trabalhar para ter uma representação diplomática em Abuja, capital da República Federal da Nigéria, com o objectivo de trabalhar toda a região da CEDEAO. Já no Reino Unido, principal mercado emissor de turistas para Cabo Verde, e apesar de não ser possível abrir uma embaixada, o Governo está em processo de nomeação de um cônsul honorário, que possa ser um elo de ligação entre aquele país e Cabo Verde.

Em relação ao Reino Unido, pretende-se ainda desenvolver e trabalhar “numa actuação de marketing institucional muito forte”, que deve ser feita com a participação dos membros do governo responsáveis pela área económica e com as Câmaras de Comércio e do Turismo, para, entre outras medidas, contrariar a visão pouco abonatória, ainda que inconsistente, referente a Cabo Verde e divulgada por alguma imprensa britânica.

Para Ulisses Correia e Silva é tempo de trabalhar toda a política e as relações externas como um dos pilares na promoção do país, defendendo a instituição de uma nova diplomacia, voltada para as características próprias de Cabo Verde.

“Ser uma nação com mais de cinco séculos de existência, estável, com baixos riscos políticos e sociais, com confiança nas suas relações com os investidores e os parceiros, assim como pelos valores da democracia, da liberdade, do respeito pelos direitos humanos, da relação fácil com qualquer outro país do mundo”, destacou o Chefe do Governo, demonstrando alguns dos activos com que Cabo Verde se deve posicionar e afirmar-se no mundo.

 

http://www.asemana.publ.cv/?O-Governo-sempre-considerou-importante-o&ak=1

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s