Juventude da Guiné Bissau apoia sanções da CEDEAO e pedem que incluam o Presidente

Os jovens do movimento de Cidadãos Inconformados com a crise política na Guiné-Bissau pediram ontem à Comunidade da África Ocidental que sancione o Presidente do país, José Mário Vaz, que acusam de ser o mentor da crise.

Chefe de Estado José Mário Vaz alvo de críticas
Fotografia: Francisco Bernardo| Edições Novembro

Sumaila Djaló, porta-voz dos Inconformados, movimento constituído por jovens dos liceus e universidades, indicou à Lusa, à margem de uma manifestação realizada ontem nas ruas de Bissau, que José Mário Vaz “tem de ser sancionado” pela Comunidade Econômica E de Estados da África Ocidental (CEDEAO).
Os Inconformados manifestaram diante da sede da CEDEAO a sua solidariedade para com a organização africana por ter decretado sanções contra 19 personalidades guineenses, que acusa de serem os responsáveis pela persistência da crise política no país, mas querem que o nome de José Mário Vaz passe a figurar na lista de castigados. “Sendo José Mário Vaz o autor desta crise o nome dele tem que figurar numa futura lista, queremos que seja sancionado pela CEDEAO”, defendeu Sumaila Djaló, agradecendo à organização “pela sábia decisão” de aplicar sanções aos responsáveis do país.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s