Rondônia investe na conquista do mercado Africano e Árabe

rondioniaO Mundo Árabe é formado por 22 países _ quase todos produtores de petróleo – e tem mais de 350 milhões de consumidores. Já o Continente Africana é formado por 55 países – vários deles em curva ascendente de crescimento – e pode se tornar um importante mercado aos produtos de Rondônia. E para desvendar melhor as oportunidades desses mercados que a Federação da Indústrias de Rondônia (Fiero) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), realizaram na manhã desta segunda-feira, na Casa da Indústria, um seminário abordando as potencialidades e oportunidades de negócios dos mercados árabe e africano para empresários de Rondônia. A iniciativa é da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e objetiva incentivar pequenas e médias empresas à prática do comércio com os dois mercados.

Segundo o presidente da Fiero e do Conselho Deliberativo do Sebrae-RO, Marcelo Thomé, a partir deste seminário de oportunidades, perspectivas e tendências dos mercados árabe e africano, os empresários rondonienses terão a oportunidade de conhecer ainda mais ambos os mercados e as respectivas potencialidades em vários setores. “Acreditamos que esta iniciativa e as ações aqui desenvolvidas vão fortalecer os mercados árabes e africanos com o Brasil especificamente, trazendo o desenvolvimento à nossa cidade e ao nosso estado”, disse.

O seminário é um diálogo entre a Câmara de Comércio Árabe e Câmara de Comércio da África e Rondônia e o Porto Velho. “A ideia é identificar produtos de Rondônia que possam atender esses países, assim como o setor de alimentos, que consiste numa significativa oportunidade de atendimento às demandas desses países”, argumentou o vice-presidente de desenvolvimento econômico da Fiero, Adélio Barofaldi.

COMPENSA RONDÔNIA

O governador de Rondônia, Daniel Pereira, que fez questão de assinar na Fiero, a lei que permitirá aos empresários reduzir débitos e cumprir as obrigações fiscais utilizando precatórios do estado prestigiou o evento do começo até quase ao final. Sobre o decreto 23.259/11/10/2018, Daniel disse ser “um instrumento poderoso a permitir a recuperação econômica de uma série de empresas e pessoas físicas em débito com o estado de Rondônia. A Fiero acolhe essa proposta alvissareira e uma solução inteligente, que também será adotada pela Prefeitura de Porto Velho, conforme declarou o prefeito Hildon Chaves, que também prestigiou o seminário”, finalizou.

O workshop sobre o mundo árabe contou com três partes, a primeira com uma introdução sobre os países árabes e seu mercado, a segunda sobre certificação e a terceira com apresentação de oportunidades no comércio com os árabes. O diretor-geral da Câmara Árabe, Michel Alaby Alaby, falou sobre regulamentação, certificação e como entrar nesse mercado. Após cada tema tratado, houve tempo para perguntas e respostas, com bate-papo entre os empresários e os representantes da Câmara Árabe.

Alaby ressaltou a expansão do mercado que conta com mais de 400 milhões de habitantes e consumidores em potencial. O mundo árabe é o segundo maior consumidor de alimentos do Brasil. “Rondônia é um importante produtor de alimentos como carnes, frutas e grãos, e comercializa gado vivo, segmentos que têm espaço no mercado árabe que está cheio de oportunidades de negócios”, afirma.

De acordo com Alaby, a Câmara Árabe pretende expandir suas ações para uma quantidade cada vez maior de regiões do Brasil. “Queremos desenvolver mais o mercado árabe para o Brasil, não só para as grandes empresas, mas também para as pequenas e médias”, afirmou o diretor-geral.

Houve também outro workshop no mesmo formato, com a participação do presidente da Câmara de Comércio Afro-Brasileira (Afrochamber), Rui Mucaje e do diretor de Relações Diáspora, Tomegah Messanvi. A primeira parte foi voltada à introdução aos países africanos e mercado. Na segunda, o tema foi certificação. A terceira parte ficou reservada ao tema oportunidades – importação exportação.

Mucaje destaca “a relação muito próxima com o Brasil, principalmente pela suplementação das deficiências do nosso continente. Estamos trabalhando com a Câmara de Comércio Afro-brasileira, que atua nos 55 países do continente africano, promovendo as empresas brasileiras há mais de 45 anos. São muitas as oportunidades existentes no mercado africano e nós da Afrochamber temos trabalhado próximos com o governo de Rondônia, inclusive promovendo a Rondônia Rural Show em Angola e outras ações como este seminário que traz a cultura exportadora, o olhar para a África através das empresas rondonienses”, falou.

O governador de Rondônia, Daniel Pereira e o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves prestigiaram o seminário e parabenizaram a iniciativa da Fiero e do presidente Marcelo Thomé e do Sebrae RO. Empresários, diretores, conselheiros e lideranças sindicais filiadas ao Sistema Fiero marcaram presença no evento, que contou também com representantes do Sebrae-RO.

rondonia2

Fonte: https://www.diariodaamazonia.com.br/fiero-e-sebrae-de-olho-no-mercado-arabe-e-africano/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s