Togo e Senegal em parceria com o Brasil em programas de Alimentação Escolar

togo

O Centro de Excelência contra a Fome avaliou por duas semanas as ações para fortalecer políticas de alimentação escolar no Togo e no Senegal, além de manter encontros com representantes dos governos locais e do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas. O Centro é uma parceria do PMA com o governo brasileiro para troca de experiências e promoção da cooperação sul-sul.

Escola de Goiânia (GO) recebe alimentos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Foto: Sergio Amaral/MDS

O Centro de Excelência contra a Fome avaliou por duas semanas as ações para fortalecer políticas de alimentação escolar no Togo e no Senegal, além de manter encontros com representantes dos governos locais e do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas. O Centro é uma parceria do PMA com o governo brasileiro para troca de experiências e promoção da cooperação sul-sul.togo1

No Togo, o objetivo da missão – chefiada pelo consultor João Cavalcante – foi discutir a aprovação da Política Nacional de Alimentação Escolar e a realização de um fórum nacional sobre o tema. Já no Senagal, foram avaliados os custos dos programas de alimentação escolar. As visitas aconteceram no fim de outubro.

A Política Nacional de Alimentação Escolar do Togo foi formulada com apoio do Centro de Excelência contra a Fome e do escritório local do PMA. A política é essencial para implementar um programa nacional de alimentação escolar baseada na compra local e será discutida no 1º Fórum de Alimentação Escolar do Togo, que ocorrerá de 22 a 24 de novembro, com apoio do Centro e do PMA. O fórum contará com a participação de delegações do Brasil, Níger, Benim, Costa do Marfim, Senegal e Burundi, que compartilharão suas experiências com autoridades locais.

Caso seja aprovada, a política guiará uma ação multi-setorial envolvendo três ministérios: Agricultura, Educação e Desenvolvimento de Base. O objetivo é melhorar o desempenho dos alunos e os indicadores de saúde, além de promover o desenvolvimento local por meio do fortalecimento da agricultura. O Centro de Excelência e o escritório de país do PMA apoiaram o Togo em uma visita de estudos ao Brasil em 2014, viabilizaram a participação do governo no Fórum Global de Nutrição Infantil em 2015 e 2016 e disponibilizaram consultores para apoiar a formulação da política nacional.

senegalNo Senegal, o Centro apoia o governo num estudo sobre os custos dos diferentes programas de alimentação escolar implementados no país. A partir daí, serão propostos modelos, como um programa baseado na compra de alimentos produzidos localmente. A alimentação escolar foi incluída na Estratégia Nacional de Proteção Social do Senegal, com um orçamento previsto de 30 milhões de dólares. Em abril do próximo ano, o país realizará um fórum para discutir os resultados do estudo e planejar as etapas para a consolidação do programa.

Missão brasileira avalia ações para fortalecer alimentação escolar na África