1300 trabalhadores estrangeiros suspensos em 2015 em Moçambique

diogo

 

Pouco mais de 1300 trabalhadores estrangeiros foram suspensos das suas atividades no ano passado, devido à irregularidades na sua contratação. A informação foi avançada por Vitória Diogo, Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, na abertura do seminário das ONG’s e questões laborais em Moçambique.

São ao todo 23.403 trabalhadores estrangeiros a exercerem suas actividades no país em várias organizações públicas e privadas. Destes, 1.383 foram suspensos devido a irregularidades de vária ordem nos seus contratos. A Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social lamenta o facto de muitos cidadãos nacionais estarem sujeitos situações anómalas fora das regras de contratação dos moçambicanos.

Vitória Diogo falava na abertura do seminário das Organizações Não-Governamentais e questões laborais em Moçambique, um evento que procura divulgar e esclarecer dúvidas sobre o quadro jurídico laboral vigente no país às ONG’s nacionais e internacionais.

Para o embaixador da União Europeia em Moçambique, Sven Von Burgsdorff, é importante a existência de espaços para as ONG’s de modo que contribuam para o bem-estar dos moçambicanos, com maior destaque para áreas de interesse público como a saúde, onde a cooperação é muito forte.

O Governo criou, ano passado, cerca de 340.350 postos de trabalho dos cerca de 1.900.000 que constam no programa quinquenal, para além de mais de 14 mil estágios pré-profissionais.

http://opais.sapo.mz/index.php/economia/38-economia/40911-1300-trabalhadores-estrangeiros-suspensos-das-suas-actividades-ano-passado.html

Advertisements